A cagada na franja

Eu já falei que meu cabelo me odeia? Desde os 11 anos, toda manhã é uma novela mexicana para que ele fique em seu devido lugar, mas ele tem essa mania de querer ser passarinho e tentar voar. Meu cabelo não tem asa, não tem noção, não tem vergonha, não tem caráter! ELE ME ODEIA!!! Mas eu não viveria tão feliz sem ele…

Nasci com o cabelo liso. Queria morrer com ele mais liso ainda. Essa história de que “cabelo natural é mais bonito”, é conversa de quem tem cabelo comportado. Quem tem cabelo NEURÓTICO entende do que estou falando: ir dormir com o cabelo da Avril e acordar com o do Capitão Jack Sparrow é uma das coisas mais difíceis de se aceitar. Aceito espinha, gordura localizada e até celulite, mas, Natureza, não mexa com meu cabelo!

A infância inteira tive cabelo curto com franjinha. Curto, tudo bem, eu gosto. Mas franja pra quê? 11 anos com franja é caso pra terapia. Depois de muito insistir, consegui deixar meu cabelo crescer e me livrei, finalmente, da maldita. Na época entrei para um grupo cover das Spice Girls, no qual eu era a Ginger Spice – ah, vai me zoar por causa disso? Não teve infância?! – e fiz uma daquelas coisas que a gente tem vergonha de contar: pintei as duas mechas da frente de loiro, que nem a Ginger… Péssimo, eu sei.

Ginger Spice

Péssimo mesmo foi o que fiz depois… Cansada das mechas, decidi me livrar delas: acordei umas seis e pouco da manhã, enquanto todos em casa ainda dormiam; peguei as armas para o crime: espelho, pente e tesoura (sem ponta) e fiz uma merda cortei as tais mechas. Mas, como eu sou muuuuito esperta, não fiz franja, cortei no toco – porque na minha cabeça genial, eu imaginei que se eu não quisesse franja era só cortar o cabelo até a raiz e estava tudo resolvido; eu não precisaria deixar crescer e perder tempo como todo mundo faz, era só ir lá e cortar – mas minha mãe apareceu na metade do delito e me pegou no flagra. Ela não sabia se ria ou se chorava.

Resultado: fui aos berros ao salão cortar uma MEGA FRANJA que saia do meio da minha cabeça, pra tampar os estrago que eu fiz na frente. O pior é que meu cabelo é preto. Mas preto mesmo. Preto, pretão. Preto. E adivinha de cor estava a franja? Loira! Estava loira por causa das mechas do inferno que eu fiz. Como se meu cabelo não fosse preto o suficiente, minha mãe o pintou com um tal “preto selvagem” pra limpar a cagada que eu fiz. Realmente, minha juba ficou selvagem, no pior sentido da expressão… Ô tristeza!

Fotos: Reprodução

Enviado por: Rúbia Gondim

Anúncios

Sobre Alto do Salto

Somos muitas e, ainda assim, uma só.
Esse post foi publicado em Papo de salão e marcado . Guardar link permanente.

4 respostas para A cagada na franja

  1. To fazendo xixi de tanto rir da história da franja rsrsr e ser Spice girl não é tão ruim assim não.. pior foi eu que fui Latinete rsrs isso mesmo bailarinha do cover do Latino kkkkkkkkkkkkkkkk mas sinceramente eu não me invergonho não, acho que isso é história! minha história!! bjos

  2. doaltodosalto disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Latinete? Sério? Olha, tenho um amigo que é a CARA do Latino, se quiser eu apresento… rs

    E não, eu não me envergonho das Spice Girls. Eu era fã mesmo, de saber todas as coreografias, de ensaiar com as minhas amigas todas as tardes, de fazer mini apresentações pros amigos, de comprar poster e decorar o quarto inteiro, de fingir dar entrevistas como se eu fosse mesmo a Ginger ETC! kkkkkkkkkkkk ADOOOROOO
    #SaudadeDaMinhaInfância

    Bjs

    😉

  3. Bianca Montenegro disse:

    KKKKKKKKKKKKKKK sei bem o que é tentar dá uma de cabeleireira desde pintar o cabelo com papel crepom até cortar minha franja e eu ainda me pergunto, quando o meu cabelo se perdeu? deixou de ser liso e virou sarara.. kkkkkkkkk

  4. Giovanna disse:

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK morrendo de rir da sua historia aqui, mas nao posso reclamar muito porque meu cabelo sempre foi liso, porém de uns 2 anos pra cá.. nossa relação nao está lá aquelas coisas 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s